Wood Allen apresenta 'Vicky Cristina Barcelona' em Cannes

Penelope Cruz evita comentar sobre cena de beijo com Scarlett Johansson; longa é atração deste sábado

Flávia Guerra, enviada especial,

08 de maio de 2017 | 12h28

"Eu adoro Barcelona, mas não houve nenhum motivo especial que me levou a filmar na cidade, simplesmente o pessoal da Espanha ligou e perguntou se eu não queria filmar lá. E eu disse: 'sim, claro que quero', e aí resolvi filmar esta comédia no país", disse Wood Allen para a imprensa neste sábado, 17, após a exibição de seu novo filme em Cannes, Vicky Cristina Barcelona, apresentado à imprensa fora de competição.   Veja também: Veja galeria de fotos do dia-a-dia do Festival  Acompanhe a cobertura no blog do Merten   Teste seus conhecimentos sobre o Festival de Cannes    O filme, que tem uma cena de beijo entre Penelope Cruz e Scarlett Johansson, agradou a platéia e foi tema de polêmica e piadas pela suposta cena de lesbianismo. "Eu já respondi um monte de perguntas iguais hoje sobre a cena de beijo entre mim e a Scarlett, mas tudo o que tenho a dizer é que eu não tenho nada de muito inspirador para falar sobre a cena, simplesmente ela fazia parte do roteiro e foi bacana de fazer", respondeu Penelope quando questionada pelos jornalistas sobre como foi beijar Scarlett. No filme, ela, Scarlett, e o ator espanhol Javier Bardem forma um triângulo amoroso, namoram e moram a três na mesma casa.   "Eu quis fazer esse filme como uma comédia sobre duas turistas americanas que passam um verão ensolarado na Espanha e encontram este pintor [Javier Bardem], que é extremamente interessante, honesto e gosta realmente das duas, além de também de se apaixonar pela terceira, que é a atriz [britânica] Rebeca Hall", explicou o diretor, que atualmente conclui as filmagens de seu novo longa-metragem em Nova York. "Apesar de ser uma comédia, o final não é feliz, e é importante que o espectador sinta isso", concluiu Allen, que volta a filmar nos EUA depois de 4 filmes rodados no mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.