Winona Ryder está nas mãos dos jurados

A defesa concluiu na segunda-feira sua exposição sobre o caso Winona Ryder, acusada de roubo, sem fazer a atriz sentar no banco dos réus. O destino de Winona passou para as mãos dos jurados que começarão suas deliberações nesta terça-feira.Winona, de 31 anos, é acusada de furto, roubo e vandalismo por ter supostamente roubado roupas e outros objetos avaliados em mais de US$ 5,5 mil dólares, na sucursal de Berverly Hills da loja de departamentos Saks Fifth Avenue em dezembro do ano passado.Se for considerada culpada, Winona poderá pegar três anos de cadeia. Durante a audiência final do júri, a promotoria assinalou que Winona roubou as roupas e acessórios com o único objetivo de sentir uma "emoção forte", enquanto a defesa assegurou que a atriz tem sido injustamente submetida a um processo judicial por sua condição de atriz famosa."Veio, roubou e se foi. Isso é tudo", afirmou a promotora Ann Rundle, em sua palavra final. "A lei nos diz que somente os pobres roubam", disse Ann. Alguns de vocês se perguntam: por que Winona Ryder roubou?". "Em nenhum lugar se diz que pessoas roubam por que roubam. As pessoas roubam por avareza, inveja, despeito, por que algo estava ao alcance de suas mãos, ou por mera emoção".O advogado de defesa Mark Geragos chamou quatro testemunhas para depor na semana passada, entre as quais um ex-empregado da Saks, segundo o qual um guarda de segurança do estabelecimento prometeu "crucificar" Winona. Geragos sugeriu que a loja Saks, procurando evitar um processo civil, conspirou com os empregados para que inventassem uma história em que Winona fosse vista como ladra e vândala. O advogado também assinalou que as testemunhas modificaram suas declarações iniciais e que inclusive alterou-se o conteúdo das gravações captadas por uma câmera de segurança.A promotoria sofreu um contratempo quando o juiz se negou novamente a admitir como prova uma presuposta confissão escrita por Winona. O promotor baseou-se nas declarações dos empregados da segurança da Saks e de várias vendedoras. O guarda de segurança disse que Winona admitiu o roubo, mas disse que era para preparar um papel para o próximo filme.Winona, que atua no cinema desde a adolescência, concorreu a dois Oscars, em 1993, por A Idade da Inocência, e em 1994, por Adoráveis Mulheres. Contracena com Adam Sandler em seu filme mais recente, A Herança de Mr. Deeds, em cartaz nos cinemas brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.