Julien Warnand/EFE
Julien Warnand/EFE

Will Smith leva descontração ao júri do Festival de Cannes

Ator integra a equipe de jurados do evento

Reuters

17 Maio 2017 | 17h54

CANNES - Transbordando de empolgação e cumprimentando os repórteres, Will Smith pareceu disposto a se divertir como membro do júri do Festival Internacional de Cinema de Cannes de 2017, que se reuniu em um resort da Riviera Francesa nesta quarta-feira.

"A zona oeste da Filadélfia fica bem longe de Cannes", disse o ator norte-americano em referência ao bairro carente da cidade do nordeste dos Estados Unidos onde ele cresceu. "O Festival de Cinema de Cannes é o prestígio definitivo do cinema."

"Por isso estou empolgado de estar aqui, mais do que tudo para aprender", disse ele em uma coletiva de imprensa ao lado de outros membros do júri, que irá decidir que filmes serão premiados com a Palma de Ouro em 28 de maio.

Presidente do júri, o diretor espanhol Pedro Almodóvar, que competiu no festival quatro vezes, disse esperar descobrir o que descreveu como um milagre cinematográfico.

"O que espero é que todos nós sintamos a emoção verdadeira vivida pelas primeiras pessoas que assistiram 'Viridiana', 'La Dolce Vita' ou 'Apocalypse Now'", disse, citando os vencedores da Palma de Ouro de 1961, 1960 e 1979.

"Espero que sejamos como aqueles espectadores que vão testemunhar este tipo de milagre."

Duas vezes indicado ao Oscar, Smith contou ter hesitado em aceitar o convite para ser jurado em Cannes quando se deu conta de que o compromisso iria exigir duas semanas de seu tempo e que as passaria principalmente assistindo filmes.

"Eu tinha provavelmente 14 anos de idade na última vez em que assisti três filmes em um dia!", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.