Robyn Beck/AFP
Robyn Beck/AFP

Will Smith dá tapa em Chris Rock no Oscar após piada: 'O amor te leva a fazer loucuras'

Melhor ator do Oscar 2022 e marido de Jada Pinkett Smith, alvo da piada, Will Smith se comparou a Richard Williams, que ele interpretou em 'King Richard: Criando Campeãs'

Redação, AFP

28 de março de 2022 | 07h25
Atualizado 28 de março de 2022 | 15h45

O ator Will Smith invadiu o palco da cerimônia do Oscar no domingo e deu um tapa no rosto do comediante Chris Rock, por ele ter feito uma piada sobre a sua mulher, um  momento que viralizou e deixou o público atônito.

Ao apresentar o prêmio de melhor documenário com um breve número de comédia, Rock fez uma piada comparando o cabelo curto de Jada Pinkett Smith com a personagem de cabelo raspado de Demi Moore no filme de 1997 GI Jane.

Em um momento que causou um silêncio constrangedor no teatro, Smith caminhou até Rock e lhe deu um tapa no rosto, antes de retornar ao seu lugar ao lado de Jada e gritar obscenidades. 

"Mantenha o nome da minha mulher fora da p**** da sua boca", gritou Smith, o que levou os produtores a cortar o áudio da transmissão pela TV por alguns segundos. Confira como foi a cobertura ao vivo da cerimônia de premiação do Oscar 2022.

O Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) afirmou que estava "a par" do incidente que "envolveu um indivíduo dando um tapa em outro", mas o "indivíduo envolvido se negou a apresentar uma denúncia". 

"Se a parte envolvida desejar fazer um denúncia policial em uma data posterior, o LAPD estará disponível para completar um boletim de ocorrência", afirma um um comunicado. 

Após a transmissão da cerimônia, a Academia escreveu no Twitter que "não aprova a violência de nenhuma forma", sem fazer referência direta ao incidente.

"Esta noite temos o prazer de celebrar os vencedores da 94ª edição do Oscar, que merecem este momento de reconhecimento por parte de seus colegas e fãs do cinema de todo o mundo", afirmou.

Jada Pinkett Smith, que também é atriz, sofre de alopecia, condição que provoca a queda de cabelo, e revelou publicamente seu diagnóstico em 2018. 

Segundo Scott Feinberg, da The Hollywood Reporter, que estava no teatro, um Smith choroso teve que ser "afastado e confortado" por Denzel Washington e Tyler Perry durante o intervalo comercial.

"Will e Chris, vamos resolver isso como uma família. Neste momento, seguindo em frente com amor", disse o cantor e ator Sean "Diddy" Combs, ao dar continuidade à apresentação da cerimônia.

Minutos depois, Smith, 53 anos, subiu de novo ao palco para receber o prêmio de melhor ator por seu papel como o pai das estrelas do tênis Venus e Serena Williams em King Richard: Criando Campeãs. Veja aqui a lista completa dos vencedores do Oscar 2022.

Sem conter as lágrimas, Smith disse que "Richard Williams era um feroz defensor de sua família" e que "a arte imita a vida". 

"Eu pareço o pai maluco, como falavam de Richard Williams. Mas o amor te leva a fazer loucuras", acrescentou. 

"Espero que a Academia me convide de novo", disse Smith depois de pedir desculpas aos organizadores do evento e aos colegas indicados.

Mais tarde, Jaden, filho mais velho de Will Smith e Jada, escreveu no Twitter: "É assim que fazemos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.