Ventania e ousadia no Tapete Vermelho do Festival de Cannes

Jessica Chestain, Alice Braga, Cheryl Cole e Julianne Moore foram destaque das sessões de gala da segunda-feira na Croisette

Flavia Guerra , O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2014 | 10h00

A ventania e as chuvas que já são tradição na Croisette pareciam não ter sido convidadas este ano. Mas bastou a segunda semana de festival começar para os fortes ventos da Côte d'Azur chegarem ao tapete vermelho de Cannes. E quem teve seu vestido esvoaçante literalmente revirados pela ventania foi a atriz Jessica Chestain. A bela escolheu um vaporoso Elie Saab para ir à première de Foxcatcher e protagonizou cenas dignas de Marilyn Monroe. 

Quem também ganhou um efeito extra no look foi a cantora inglesa Cheryl Cole, que escolheu um suntuoso longo Monique Lhuillier para ir à gala de Foxcatcher, desfilou o vestido com uma calda flutuante diante dos fotógrafos.

Já Alice Braga surgiu em um mix de sobriedade com sensualidade em um longo preto decotado com segunda pele zebrada. Ao lado de Gael Garcia Bernal, ela estrela a coprodução Brasil-Argentina El Ardor, exibido fora de competição, já que Bernal é membro do júri oficial este ano. Por favor em júri, Sofia Coppola mantém seu estilo discreto e escolheu um Michael Kors com ares de anos 60 para a gala da segunda.

Ousada mesmo foi uma ilustre desconhecida, que apareceu em pleno tapete vermelho de top less, vestindo uma calcinha e enrolada em faixa com os dizeres 'Fragile'.

Outra trupe que causou foi o elenco masculino de Foxcatcher, que reuniu o diretor Bennett Miller e os atores Mark Ruffalo, Channing Tatum e Steve Carell. Outro a arrancar suspiros dos fãs que se amontoavam para vê-lo passar foi Robert Pattinson. Ao lado de Julianne Moore, ele é a estrela de Maps to the Stars, crônica do diretor canadense David Cronenberg sobre o universo de celebridades de Hollywood.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.