Valente volta a Cannes com "Castanho"

O diretor Eduardo Valente é o responsável pelo quarto filme brasileiro a entrar na programação do Festival de Cannes de 2003, que acontece de 14 a 25 de maio. Seu curta-metragem Castanho foi selecionado para participar da Quinzena dos Realizadores, uma das várias mostras paralelas à competição pela Palma de Ouro no festival. Também na Quinzena dos Realizadores estará Filme de Amor, de Júlio Bressane.Eduardo Valente, autor de Castanho, é um cineasta iniciante, mas que já conquistou credibilidade dentro e fora do Brasil. Seu curta Um Sol Alaranjado foi exibido e premiado no Festival de Cannes do ano passado. Valente levou o principal prêmio da mostra Cinfondation.Os outros dois filmes que o Brasil levará ao festival são Carandiru, de Hector Babenco e o curta A Porta Aberta, de Philippe Barcinski. O longa de Babenco, que já fez mais de 1,5 milhão de espectadores no País e teve a melhor estréia de um filme nacional em todos os tempos, estará na disputa pelo prêmio máximo de Cannes, a Palma de Ouro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.