Um sucessor para Schwarzenegger

Arnold Schwarzenegger já parece ter umsucessor em tamanho e popularidade como herói de filmes de ação.É Dwayne Johnson, o The Rock, lutador da World WrestlingFederation,a federação de luta livre, e astro do filme O Rei Escorpião, uma derivaçãoda franquia A Múmia. Com ou sem o tique de sobrancelha que ésua marca registrada, o autoproclamado "homem mais eletrizantedo esporte-entretenimento" deve conquistar as bilheterias doscinemas em um lançamento mundial. O filme chega às telasamericanas no dia 19 e ao Brasil uma semana depois.Em O Rei Escorpião, ele interpreta Mathayus, o papel-título.A "prequel" (seqüência filmíca que conta história anterior ao sucesso do qual deriva) de A Múmia e O Retorno da Múmia conta todaa trajetória do homem que vendeu sua alma ao mundo das trevas emtroca de uma vitória de seu exército em uma batalha. A históriapassa-se 5 mil anos atrás na notória cidade de Gomorra, onde ummonarca mau quer dominar os povos nômades do deserto. Para terchances de vencê-lo, várias tribos inimigas juntam-se econtratam o assassino Mathayus para acabar com o mago que dáforça ao tal rei. Ao infiltrar-se na corte, ele descobre que o mago é na verdade a bela Cassandra, papel de Kelly Hu. Em vez de matá-la, eleresolve levar a refém para o deserto e emboscar as tropas do reiem seu território. Como já dá para imaginar, o guerreiro e suainimiga apaixonam-se. O romance tem até a uma cena emque os dois aparecem na cama. No elenco também estão MichaelClarke Duncan (O Planeta dos Macacos) e Ralf Moeller(Gladiador).The Rock espera que O Rei Escorpião tenha "uma ou duasseqüências" e está de olho em trabalhos nos quais possa fazerpapéis de "humor, comédias românticas e até drama", como disse em entrevista ao programa matutino Today, da emissora deTV americana NBC. "Eu queria ser ator antes até de pensar emser um lutador."O primeiro filme da série, que misturava o clima de OsCaçadores da Arca Perdida com efeitos especiais de últimageração e apostava no apelo jovem de Brendan Fraser, surpreendeuaté seus produtores. No total, A Múmia arrecadouestonteantes US$ 414 milhões em todo o mundo - um passe livrepara a produção de uma seqüência. Esta, por sinal, não fez pormenos: US$ 430 milhões mundialmente, no ano passado. O ReiEscorpião vai pelo mesmo caminho ao juntar The Rock, o campeãode luta livre de 29 anos que virou uma celebridade-fenômeno nosúltimos tempos, e uma franquia hit.The Rock é o nome mais conhecido das populares disputas de lutalivre, que conseguem alguns dos maiores índices de audiência daTV americana e rendem um faturamento absurdo (a federação de luta livre tem atéações na Bolsa de Valores de Nova York). Além de pedigree (seupai é o lutador Rocky Johnson, que se aposentou em 1990, e seuavô era Peter Maivia, que lutou até os anos 70), The Rock tem carismade sobra para se tornar um grande pop star.Johnson é versátil o suficiente para cantar no disco de WyclefJean, aparecer atuando em Saturday Night Live (o episódioclássico que ele apresentou, em março de 2001, foi o de maior audiência do ano) ou assando biscoitos no programa da dona decasa/guru Martha Stewart. Ele também conseguiu emplacar seulivro, The Rock Says, na lista dos mais vendidos do jornal The NewYork Times por várias semanas.Hollywood, é claro, já estava de olho em Johnson fazia tempo.Vários estúdios ofereceram papéis para o campeão, mas ele gostoumesmo foi da história de O Retorno da Múmia. Não é paramenos: além de ganhar quase tanto destaque quanto Fraser napromoção do filme (apesar de entrar mudo e sair calado em umaaparição de menos de dois minutos nas telas), ele já tinhaacertado seu próprio projeto como astro, que tem direção deChuck Russell. A aposta do estúdio Universal Pictures é grande. O chefe deprodução do estúdio, Kevin Misher, acha que The Rock tem chancesde ser um herói de ação "como há muito tempo não aparecia"."Ele é bonito, grande e carismático", disse o executivo àrevista americana Entertainment Weekly. Ele também tem boasmaneiras, é formado em criminologia pela Universidade de Miami eversátil na hora de atuar: em Saturday Night Live, concordouem aparecer vestido de mulher e fazer cenas de humor gay. The Rock é também o mais bem pago ator estreante da história docinema. Para estrelar O Rei Escorpião, recebeu US$ 5,5milhões. O sucesso do filme com certeza deve aumentar seusalário. Seu próximo projeto está quase acertado e tem a ver como Brasil. É Helldorado (trocadilho com as palavras "hell", inferno, e"Eldorado"), uma fita de ação na Amazônia em que ele vai fazero papel de um caçador de recompensas. O sujeito vai atrás de umcriminoso, mas descobre que o fugitivo não é tão mau assim. Osdois partem então juntos para a exploração de riquezas em umamina no meio da selva. As filmagens começam no segundo semestre, mas ainda não foi divulgado se o filme vai serrodado no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.