"Um Amor para Recomeçar" repete fórmulas

O cenário não é novo: uma escola em uma pequena cidade nos Estados Unidos. Os personagens, muito menos: um adolescente do time da escola, bonitão e rebelde, e uma moça linda e ... nada popular. Um Amor para Recomeçar, do novato diretor Adam Shankmam, que estréia hoje nos cinemas, é um romance adolescente que, como define o diretor, mostra como a fé é capaz de nos transformar. "Nesse caso a fé no amor", conforme o cineasta.Landon é o rapaz mais famoso da escola. Desajustado e agressivo, ele conseguiu se tornar popular graças aos dotes atléticos. Só anda com as garotas mais cobiçadas do colégio. Jamie, filha do pastor batista do povoado, é conservadora e séria. Está longe de ser uma menina popular, e ela sinceramente não liga para isso. A última menina por quem Landon esperava se apaixonar.Os dois acabam se aproximando quando Landon é obrigado a participar do grupo de teatro da escola, como punição. Jamie é uma das atrizes da trupe e, apesar das diferenças, o casal acaba conhecendo o amor verdadeiro.O intérprete de Landon, Shane West, é um jovem ator que Shankman encontrou na capa de uma revista teen como um dos cinco jovens mais interessantes de Hollywood. Jamie é vivida por Mando Moore, uma jovem cantora pop que já havia aparecido nas telas em O Diário da Princesa. Além dos dois, o filme conta com nomes conhecidos como Daryl Hannah, no papel da mãe de Landon, e Peter Coyote (de Lua de Fel e A Grande Arte, de Walter Salles) como o reverendo Sullivan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.