Divulgação
Divulgação

Último 'Harry Potter' terá muita ação e aventura, promete produtor

Filme que encerrará a adaptação para o cinema da série de livros, 'Harry Potter e as Relíquias da Morte' tem estreia prevista para 15 de julho

Efe,

05 Abril 2011 | 03h42

NOVA YORK - A última entrega da saga cinematográfica de Harry Potter, que chegará aos cinemas em julho para histeria de milhões de fãs, é um filme de ação e aventura "pouco convencional", detalharam seus produtores nesta segunda-feira, 4, em Nova York.

 

"É um filme cheio de ação e aventura, mas pouco convencional para Hollywood", indicou David Heyman, um dos produtores, durante um encontro com a imprensa por ocasião da inauguração de uma grande exposição com objetos originais do filme e reproduções de seus cenários.

 

Heyman, que esteve acompanhado pelo também produtor David Barron e por grande parte do elenco da saga - à exceção de seus principais protagonistas -, detalhou que o filme que encerrará a adaptação para a telona da história criada pela britânica JK Rowling satisfará e surpreenderá os fãs do bruxo.

 

"Tem mais ação que na primeira parte e está cheia de aventura, mas é pouco convencional na maneira em que o espectador se encontra percorrendo boa parte das lembranças dos protagonistas", indicou Heyman sobre a segunda parte de "Harry Potter e as Relíquias da Morte", dirigida por David Yates.

 

O produtor destacou as grandes batalhas do novo título, com menção especial à destruição de Hogwarts, o colégio onde estudam os protagonistas e onde "até agora estavam a salvo".

 

"Até ali chega a guerra e a destruição", detalhou Heyman, que revelou que durante as filmagens foi preciso derrubar e construir várias vezes os complexos cenários onde Harry Potter e seus amigos estudam, já que o filme não foi rodado sequencialmente.

 

O produtor não quis revelar mais detalhes antes da estreia mundial do filme, que acontecerá em 15 de julho, mas disse que o último dia de filmagens foi "muito triste".

 

"Foi um dia cheio de emoções. Ao longo de dez anos tínhamos criado uma família que agora se separa", indicou Heyman.

 

Heyman e o elenco estão em Nova York para a festa de inauguração de uma grande exposição sobre os filmes do jovem bruxo no Discovery Center, na Times Square, e para o lançamento em DVD da primeira parte de "Harry Potter e as Relíquias da Morte", que chegará a diversos países na metade deste mês.

 

Entre os atores da saga, estiveram presentes Michael Gambon (Dumbledore), Robbie Coltrane (Hagrid) e Helen McCrory (Narcisa Malfoy), além de quase toda a família Weasley: Bonnie Wright (Gina), James e Oliver Phelps (Fred e George), Mark Williams (Arthur) e Domhnall Gleeson (Gui).

 

As maiores ausências do encontro com a imprensa em Nova York foram os três protagonistas: Daniel Radcliffe (Harry Potter), Emma Watson (Hermione) e Rupert Grint (Rony Weasley).

 

Também não estiveram presentes Ralph Fiennes (Lorde Voldemort), Alan Rickman (Severo Snape) e Helena Bonham Carter (Belatriz Lestrange).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.