Divulgação
Divulgação

Último filme de Harry Potter terá première na Trafalgar Square

'Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2' estreia em 15 de julho

Reuters Life!

01 de março de 2011 | 14h04

A première mundial do oitavo e último filme da franquia Harry Potter acontecerá na Trafalgar Square, um espaço muito maior que o usual para os principais eventos de cinema realizados em Londres. O filme final da série chegará aos cinemas em 15 de julho. 

 

O elenco e a equipe de criação de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 vão iniciar a noite de 7 de julho sobre o tapete vermelho na praça histórica do centro de Londres, antes de se dirigirem à vizinha Leicester Square para a sessão do filme.

"Passamos os últimos dez anos fascinados pela batalha na tela entre Harry Potter e seu arqui-inimigo Lorde Voldemort, e este é um dos filmes mais ansiosamente aguardados da história", disse o prefeito de Londres, Boris Johnson.

"Como condiz com um grandioso triunfo britânico, não posso imaginar um melhor lugar que a emblemática Trafalgar Square para encenar o mais espetacular dos adeuses", acrescentou o prefeito em comunicado à imprensa.

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 tem direção de David Yates e produção de David Heyman, David Barron e J.K. Rowling, a criadora da série de livros Harry Potter.

A série de sete livros de Rowling sobre o menino mago e suas aventuras na Escola Hogwarts de Feitiçaria já vendeu mais de 400 milhões de exemplares.

Somando seus lucros com os livros aos que auferiu com a franquia de blockbusters do cinema, Rowling foi descrita pela revista Forbes como "a primeira autora bilionária".

Os sete filmes da série lançados até agora já arrecadaram cerca de 6,4 bilhões de dólares em bilheterias. O livro final de Rowling foi dividido em duas partes pela Warner Bros., o estúdio que criou os filmes.

(Reportagem de Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
Harry PotterTrafalgar Square

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.