'Trovão Tropical' domina bilheterias dos EUA pela segunda vez

Filme estrelado por Robert Downey Jr, Ben Stiller e Jack Black vendeu US$ 16,1 milhões no fim de semana

Lisa Baertlein, da Reuters,

08 Agosto 2025 | 11h08

A paródia de filme de ação Trovão Tropical liderou as bilheterias dos Estados Unidos e Canadá pelo segundo fim de semana consecutivo, superando por margem estreita a comédia A Casa das Coelhinhas. Trovão Tropical, estrelado por Robert Downey Jr, Ben Stiller e Jack Black, vendeu US$ 16,1 milhões no fim de semana, elevando sua arrecadação norte-americana para 65,7 milhões, segundo estimativas feitas no domingo. Os três atores vêm arrancando muitas risadas do público representando um grupo de atores de Hollywood que se envolvem num conflito real com narcoterroristas quando vão rodar um filme de guerra no sudeste da Ásia. O filme foi escrito, co-dirigido e produzido por Ben Stiller. A Casa das Coelhinhas estreou na segunda posição, com vendas de US$ 15,1 milhões. Escrita por Kirsten Smith e Karen McCullah Lutz (Legalmente Loira), a comédia traz Anna Faris como ex-coelhinha da Playboy. O terceiro colocado nas bilheterias foi Corrida Mortal (US$ 12,3 milhões). Baseado em Corrida da Morte - Ano 2000, de 1975, o filme de ação traz Jason Statham como ex-campeão do Nascar e ex-presidiário que é falsamente acusado do assassinato de sua mulher e obrigado por um carcereiro a competir em uma corrida brutal de carros-monstros armados. Joan Allen faz o papel de carcereira fria e implacável. O blockbuster Batman - O Cavaleiro das Trevas caiu de segundo lugar no fim de semana passada para número quatro, e suas vendas caíram 37%, para US$ 10,3 milhões.  Em seis semanas, o filme já rendeu mais de US$ 489 milhões na América do Norte, onde é o segundo maior de todos os tempos, perdendo apenas para Titanic. A animação Star Wars: The Clone Wars, da Warner Bros, completou os Top 5, com vendas estimadas de US$ 5,7 milhões.

Mais conteúdo sobre:
bilheterias cinemas 'Trovão Tropical'

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.