Eloy Alonso/Reuters
Eloy Alonso/Reuters

Tristar compra direitos para adaptar 'O Alquimista', de Paulo Coelho, para o cinema

O best-seller do escritor brasileiro, publicado em 1988, foi traduzido para 60 idiomas; projeto prevê a estreia do filme para 2018

EFE

03 Outubro 2016 | 11h35

LOS ANGELES - A companhia Tristar comprou os direitos mundiais do livro O Alquimista, do escritor brasileiro Paulo Coelho, com a intenção de adaptá-lo para o cinema, informou nesta segunda-feira, 3, o site Deadline. A possibilidade de elaborar uma versão cinematográfica do best-seller de Paulo Coelho já circulava por Hollywood durante anos. A Tristar tem como plano iniciar a produção do filme em meados de 2017. A estreia está prevista para 2018.

A Tristar realizaria a produção de O Alquimista com a PalmStar Media e com a Cinema Gypsy, que tem como presidente o ator Laurence Fishburne, de Matrix (1999). "Estou entusiasmado de avançar com esse projeto depois de anos", afirmou Fishburne, que há tempos vem trabalhando para levar o livro de Paulo Coelho para o cinema. O filme, entretanto, não tem diretor e nem atores confirmados. 

Segundo o Deadline, especializado em notícias de Hollywood, a Tristar comprou os direitos de O Alquimista da The Weinstein Company por US$ 6,5 milhões. Anteriormente, o estúdio Warner Bros também havia iniciado projeto de produção de um filme baseado na obra do escritor brasileiro. 

"Como a maioria dos fãs do livro, recordo onde estava quando li pela primeira vez O Alquimista", disse a presidente da Tristar, Hannah Minghella. Publicado em 1988, o romance mais popular de Paulo Coelho foi traduzido para 60 idiomas. O Alquimista relata as aventuras de Santiago, um pastor espanhol que um dia abandona o seu rebanho para perseguir uma quimera pelo mundo - e seu caminho se torna uma metáfora sobre a vida humana.   

 

Mais conteúdo sobre:
Paulo Coelho Laurence Fishburne

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.