Tribeca homenageia os 40 anos de 'Em Busca do Cálice Sagrado', do Monty Python

Longa será exibido no festival, que terá ainda o lançamento de documentário sobre show do grupo em 2014; veja trailer do clássico

Patricia Reaney, Reuters

11 Março 2015 | 14h22

Um documentário sobre Monty Python irá estrear no Festival de Cinema de Tribeca, em Nova York, e membros da trupe humorística britânica irão comparecer a uma exibição especial de Monty Python - Em Busca do Cálice Sagrado para comemorar os 40 anos do filme.

O documentário de longa-metragem Monty Python - The Meaning of Live (Monty Python – O Sentido da Vida) será lançado no dia 25 de abril. Os organizadores do festival disseram, nesta quarta-feira, 11, que a produção traz um olhar por trás das câmeras do espetáculo que reuniu o grupo em 2014 na Arena 02, em Londres, e revelações sobre sua genialidade cômica.

Os cinco Pythons sobreviventes: John Cleese, Terry Gilliam, Eric Idle, Terry Jones e Michael Palin, estarão presentes para rever o Cálice Sagrado em 24 de abril no Beacon Theatre, de Nova York. Graham Chapman, um dos membros originais do grupo, morreu de câncer em 1989, aos 48 anos.

“O filme é tão brilhante, e a influência do Monty Python na comédia contemporânea no cinema e na televisão é tão duradoura, que ele parece ter o mesmo frescor que tinha décadas atrás”, afirmou Paula Weinstein, presidente-executiva da Tribeca Enterprises.

A trupe de comediantes, que debochava da religião e das instituições, estrelou o programa Monty Python's Flying Circus na rede de televisão britânica BBC entre 1969 e 1974, e mais tarde fez uma série de filmes com seu humor subversivo.

Dois outros deles, A Vida de Brian e O Sentido da Vida, também serão exibidos no festival, que vai de 15 a 26 de abril.

O Festival de Cinema de Tribeca foi fundado em 2001 pelo ator Robert De Niro, pela produtora cinematográfica Jane Rosenthal e pelo investidor Craig Hatkoff para revitalizar o centro de Nova York após os atentados de 11 de Setembro ao World Trade Center.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.