'Toy Story 3' e 'A Rede Social' são campeões da crítica em 2010

Há dois filmes na disputa pelo Oscar, e por boa razão. "Toy Story 3" e "A Rede Social" são os favoritos da crítica este ano, de acordo com o site Rotten Tomatoes.

REUTERS

29 de dezembro de 2010 | 18h25

Com 2010 chegando ao fim, membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que receberam as cédulas para indicações ao Oscar esta semana, vão assistir aos filmes que receberam mais estrelas dos críticos, e o Rotten Tomatoes dá várias respostas.

O site (www.rottentomatoes.com) faz uma compilação de críticas, avalia os números e oferece aos leitores uma forma de separar o joio do trigo.

Pelo índice Tomatometer, Buzz, Woody e os outros brinquedos do filme de animação da Disney/Pixar "Toy Story 3" marcam 99 por cento de "frescor", baseado numa média de 249 críticas.

O filme sobre o Facebook, "A Rede Social", fica logo atrás, com 97 por cento de aprovação entre 258 resenhas. O editor-chefe do Rotten Tomatoes, Matt Atchity, disse que os dois filmes poderão trocar de posição, com mais resenhas saindo no finalzinho do ano.

"Se seis ou mais críticas novas forem feitas, isso pode mudar. Mas com certeza, esses dois filmes ficarão no topo", disse ele à Reuters.

Atchity disse que o faroeste "True Grit", dos irmãos Coen, tem uma mínima chance de ficar entre os primeiros, se "algumas dezenas de críticas" forem computadas. No momento, o filme tem 95 por cento de aprovação.

No passado, em geral, houve uma correlação entre os filmes com mais resenhas positivas e os indicados ao Oscar.

Ao olhar os filmes preferidos pela crítica, sempre se pensa naqueles que receberam os piores índices de aprovação. Uma olhada no site revela que o desconhecido "Os Vampiros que se Mordam" teve ficou com um pífio quatro por cento de aprovação.

"O Último Mestre do Ar," do diretor de "O Sexto Sentido," M. Night Shyamalan, atingiu apenas seis por cento de aprovação da crítica.

Tudo o que sabemos sobre:
CINEMAMELHORES2110*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.