Universal Pictures
Universal Pictures

Tom Cruise leva o Framboesa de Ouro de pior ator; 'Emoji' é o pior filme

Mel Gibson e Sharon Stone também foram lembrados pelo prêmio que elege os piores de Hollyood

Ubiratan Brasil, Enviado especial

03 Março 2018 | 12h26

LOS ANGELES - O sofrível remake de A Múmia garantiu a Tom Cruise o prêmio de pior ator do ano, conferido pelo tradicional Framboesa de Ouro

Com cerca de mil eleitores, espalhados pelos Estados Unidos (exceto Montana) e 26 outros países, o Framboesa (ou Razzie, como é conhecido nos EUA) de pior filme de 2017 foi para Emoji: o Filme, enquanto Tyler Perry ganhou como pior atriz por “sua 10ª participação como uma popular drag queen” em Boo 2! A Madea Halloween.

Trailer de A Múmia

Já a pior coadjuvante foi a ex-vencedora do Oscar Sharon Stone, por Cinquenta Tons Mais Escuros, que foi também o pior remake e a pior sequência.

+++ Análise: 'A Múmia’ pode vir a ser o pior filme de Tom Cruise

Mel Gibson voltou aos filmes e, se foi esquecido pelo Oscar, faturou o Framboesa de pior coadjuvante pelo seu “cômico retorno” em Pai em Dose Dupla 2.

Emoji teve o prazer de também ter o pior diretor do ano, Anthony (Tony) Leondis, pior roteiro e pior combo.

Uma nova categoria surgiu, graças ao acordo com o site Rotten Tomatoes, especializado em reunir críticas de filmes feitas por especialistas e fãs, com o nome de "tão ruim que você irá amar". O vencedor foi Baywatch

O prêmio Razzie, popularmente conhecido por Framboesa de Ouro, é uma criação do publicitário John Wilson, que chega agora à 38ª edição.

+++ Indicados ao Oscar 2018 são anunciados; veja a lista de candidatos

Wilson teve a ideia quando decidiu parodiar a cerimônia do Oscar – assim, sempre no sábado anterior à premiação da estatueta dourada, ele divulga sua lista formada pelo mais trash produzido por Hollywood.

Mas, atacado por problemas financeiros, ele não tem realizado mais a cerimônia de entrega de prêmios, à qual raramente aparece alguém – Halle Berry e Sandra Bullock são exceções.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.