Tom Cruise grava últimas cenas de 'Valkyrie'

Com orçamento de R$ 160 milhões, as filmagens do longa transcorreram em meio a fortes medidas de segurança

EFE,

07 Outubro 2018 | 10h41

O ator americano Tom Cruise já abandonou o uniforme militar nazista que vestiu para interpretar o oficial alemão Claus Schenk von Stauffenberg, que liderou um atentado cometido contra Adolf Hitler em 20 de julho de 1944.   A rodagem do filme Valkyrie, do diretor Bryan Singer, chega desta maneira a sua última etapa - na qual a presença de Cruise já não é mais necessária - após uma filmagem controvertida e supostamente "amaldiçoada", durante a qual cenas já registradas desapareceram e alguns figurantes ficaram feridos durante as gravações.   O longa-metragem continua a ser rodado na Alemanha até o final deste mês. Com um orçamento de quase US$ 80 milhões (R$ 160 milhões), as filmagens de Valkyrie transcorreram em meio a fortes medidas de segurança e afastadas tanto da imprensa como de curiosos.   O projeto foi cercado por polêmicas mesmo antes de sua filmagem começar. Os descendentes de Von Stauffenberg criticaram a participação de Tom Cruise, já que não viam com bons olhos o fato de um membro ativo da Igreja da Cientologia interpretar o familiar famoso.   A equipe também teve de lutar com as autoridades de Berlim para obter as permissões necessárias para gravar no histórico edifício Bendlerblock, onde Von Stauffenberg e seus cúmplices foram executados, símbolos da resistência antinazista.   A destruição de certas cenas rodadas no emblemático edifício e em um laboratório de Munique contribuiu para reforçar uma suposta "maldição" em torno do filme, chegando ao ponto de o jornal alemão Bild falar inclusive em sabotagem.   Já no primeiro dia de gravação, onze figurantes ficaram feridos, um deles gravemente, depois de terem caído de uma plataforma que se desprendeu do topo de um caminhão.   As primeiras cenas de Valkyrie, que também conta com a participação de Kenneth Branagh, Bill Nighy e Tom Wilkinson, terão como cenário o pátio do Bendlerblock, onde uma placa lembra a execução dos autores do atentado fracassado contra Hitler, interpretado por David Bamber.   A equipe obteve as permissões necessárias depois de muita negociação com os ministérios de Defesa e Justiça alemães, que temiam que "o local fosse desonrado".   Apesar das dificuldades, os produtores convenceram os alemães de que o filme servirá para "estender uma ponte da barbárie nazista" à "Alemanha democrática".

Mais conteúdo sobre:
Tom Cruise Valkyrie cenas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.