Tom Cruise ganha causa de US$ 10 milhões

O ator norte-americano Tom Cruise ganhou uma causa de US$ 10 milhões por difamação, contra um ator pornô gay que afirmou em uma revista francesa que o protagonista de Missão Impossível teve uma relação homossexual com ele.A informação foi dada pelo advogado de Cruise. Ricardo Cestero disse que a sentença foi promulgada depois que Chad Slater, o astro pornô, confessou ter inventado a história."Cuise está muito satisfeito com o veredito da Justiça", disse Cestero. Não é a primeira vez que Cruise ganha uma ação legal por difamação contra pessoas que dizem que ele é gay. Em 2001, o ator entrou na justiça contra Michael Davis, o editor da revista Bold Magazine, de Los Angeles, e pediu US$ 100 milhões de ressarcimento por danos morais.Davis disse que possuía um vídeo onde se via Cruize em um abraço homossexual. Cruise abandonou a causa quando Davis se retratou e aceitou publicar uma declaração que dizia que "o ator não é, jamais foi e nunca teve uma relação homossexual".Tom Cuise pensa em doar o dinheiro da causa contra o "lutador erótico" com o nome deKyle Bradford a uma instituição de caridade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.