Tom Cruise e Kate Holmes aparecem em público

A estréia hoje de Missão Impossível 3 teve direito a muitas extravagâncias, inclusive a primeira aparição pública do casal Tom Cruise e Kate Holmes após o nascimento de sua filha Suri. O que prova que Cruise ainda tem o poder de atração necessário para levar o público em massa ao cinema.A avaliação é feita porque essa estréia ocorre no 20.º aniversário do primeiro filme de Tom Cruise, totalizando uma arrecadação de US$ 100 milhões de dólares nas bilheterias norte-americanas.O primeiro filme de sucesso de Tom Cruise foi Top Gun (1986), mas ele já era conhecido do público por Risky Business (1983). Na verdade, Missão Impossível 3 é o 25.º filme protagonizado por este novaiorquino que completa 44 anos em julho. Destes, 13 superaram a marca dos US$ 100 milhões de arrecadação.A lista de sucessos inclui seus seis últimos filmes, que de maneira consecutiva tem assegurado seu status como a estrela de maior bilheteria de Hollywood. Na série Missão Impossível, o primeiro filme arrecadou US$ 180,9 milhões em 1996, e o segundo atingiu os US$ 215,4, em 2000.Guerra dos Mundos (2005) foi o filme de maior bilheteria de sua carreira, atingindo US$ 234,3 milhões nos Estados Unidos."Por isso agora sua missão é atingir os US$ 70 milhões durante o primeiro fim de semana", assegura o comentarista Tom O´Neil do In Touch Weekly.Após suspender sua primeira entrevista coletiva nos Estados Unidos devido ao nascimento da pequena Suri, Cruise cumpriu sua turnê internacional como se fosse uma complicada seqüência de Missão Impossível 3, no qual o herói usa todos os meios ao seu alcance para cumprir sua missão com maior rapidez.Em sua passagem por Nova York, Tom Cruise utilizou um automóvel, uma moto, um caminhão de bombeiros, um helicóptero e até seu próprio trem de metrô, que alugou por US$ 12 mil, para chegar mais rápido às diferentes sessões de estréia.Extravagâncias que os "paparazzi", a imprensa em geral e os fãs seguiram minuto a minuto."Apesar de Tom Cruise ter ficado um pouco louco nestes últimos tempos, ainda assim é uma grande estrela de ação neste filme", tranqüiliza em sua página na internet o crítico Gitesh Pandya, deBoxOfficeGuru.com.Uma vez mais, os números estão do lado de Cruise, com uma estréia em 8 mil salas de cinema nos Estados Unidos e 20 mil no resto do mundo.As críticas ao filme também são carinhosas e a revista Variety fala de Cruise como alguém "decidido" a comportar-se como "uma Ferrari com corpo de homem"."Cruise continua sendo o número um, mas começa a ter fissuras", assinala James Ulmer, encarregado de avaliar o poder das estrelas de Hollywood em sua chamada "Escala Ulmer". Cruise volta a ficar um ano mais no topo da lista, mas pela primeira vez desde 1990 sua qualificação não é perfeita e tem alguns pontos de demérito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.