Divulgação
Divulgação

‘Tinha de honrar os vilões de Heath Ledger e Jack Nicholson’, diz Jared Leto sobre seu Coringa

Ator interpreta o personagem clássico em Esquadrão Suicida, filme que entra em cartaz nessa quinta-feira, 4

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

04 de agosto de 2016 | 05h00

NOVA YORK - Depois de se transformar para ganhar o Oscar em Clube de Compras Dallas, Jared Leto transforma-se mais ainda para incorporar o Coringa.

O roteiro lhe deu as chaves do personagem?

Você está brincando? Claro que tinha o roteiro, e David (Ayer) é bom escrevendo s0bre malucos, mas Jack Nicholson e Heath Ledger foram tão geniais que eu só pensava em honrá-los, e fazer algo diferente. Para isso, não podia ter medo de ousar.

Maquiagem e figurino ajudam?

Sem dúvida, mas o mergulho é interno, mais profundo. O Coringa é despudorado, libidinoso. Gosto quando ele diz que está louco para mostrar ‘seus brinquedinhos’. Mostrei os meus.

David (Ayer) cria esses personagens excessivos com realismo, concorda?

Subverter os super-heróis promovendo os supervilões é sua sacada de gênio.

E o Coringa como superpai?

Repare nos meus olhos. Para mim, é o momento mais assustador do Coringa. 

* O REPÓRTER VIAJOU A CONVITE DO ESTÚDIO

Tudo o que sabemos sobre:
CinemaBatman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.