Thriller de US$ 7 mil vence o Festival de Sundance

Um thriller de ficção científica e um documentário sobre a rivalidade entre bandas de rock foram os grandes vencedores do Festival de Sundance 2004. Primer conta a história de dois inventores de uma máquina do tempo. Além do prêmio de melhor filme dramático, venceu também o troféu Alfred P. Sloane, de ciência e tecnologia, no valor de US$ 20 mil. DIG!, o melhor documentário, narra a disputa entre os líderes das bandas americanas Brian Jonestown Massacre e Dandy Warhols, ambas criadas nos anos 90.Com tal decisão, o júri tenta reafirmar a principal bandeira do evento criado por Robert Redford há 20 anos, o estímulo ao cinema independente. Em suas últimas edições, com o assédio cada vez maior dos grandes estúdios, o festival passou a receber críticas de que estaria se descaracterizando e virando apenas uma vitrine para os grandes estúdios fazerem suas apostas. De qualquer forma, os vencedores deste ano são legítimos representantes do cinema indie. Escrito, dirigido e co-estrelado por Shane Carruth, Primer, por exemplo, foi realizado com o mísero orçamento de US$ 7 mil, e o elenco teve de ajudar também nas filmagens.Prêmio popular - O prêmio de público do festival foi para Maria Full of Grace, sobre uma jovem colombiana que passa a traficar heroína para os Estados Unidos. Entre os documentários, o preferido foi Born Into Brothels, que retrata a prostituição infantil em Calcutá, na Índia.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2004 | 12h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.