The Doors ganham seu revival nos Estados Unidos

Enquanto os ingleses comemoram a volta dos Beatles ao topo das paradas, os americanos também matam as saudades da virada dos anos 70 com o retorno do The Doors. Um tributo à banda californiana chega ao mercado ao mesmo tempo em que Oliver Stone lança o "director´s cut" de The Doors em DVD e o canal por assinatura VH-1 exibe o primeiro encontro de Ray Manzareck, Robby Krieger e John Densmore em mais de dez anos. O trio também promete uma série de lançamentos de material inédito do grupo nos próximos tempos.Jim Morrison, com certeza, vive. O cantor está no novo single de Fatboy Slim, Sunset (Bird of Prey), que usa a voz dele tirada do disco de poesias American Prayer. Uma série de outras gravações ao vivo que nunca foram lançadas oficialmente vão chegar ao mercado, a cada seis meses, pelos próximos seis anos.Este é o projeto da Bright Midnight Records, dos três doors sobreviventes, baseada no site oficial deles (http://www.thedoors.com). Animados com o sucesso do The Doors Box Set, lançado em 1997, eles resolveram revirar os arquivos e encontraram, além de gravações de shows, entrevistas e programas de rádio que devem totalizar mais de 30 horas de material inédito.Os três primeiros lançamentos são The Bright Midnight Sampler: 14 Songs/ 8 Concerts, com uma série de trechos de shows ao vivo; The Doors Live in Detroit, um CD duplo com um concerto histórico em que Morrison fez um bis de mais de uma hora; e No One Here Gets Out Alive, um especial de rádio conduzido pelo DJ Jim Ladd, com músicas e a primeira entrevista dos músicos depois da morte do cantor.Na falta do verdadeiro Morrison, várias versões "anos 90" do cantor também aparecem no mercado. O disco Stoned Immaculate: The Music of the Doors traz os maiores clássicos do grupo (executadas pelo trio), com vocais de nomes como Perry Farrell, do Porno For Pyros/Janes Addiction (em L.A. Woman); Ian Astbury, do The Cult (em Whisky Bar - Alabama Song e Back Door Man); e Scott Weiland, do Stone Temple Pilots (em Break on Through e Five to One).Um concerto com todos os cantores envolvidos foi registrado pelo canal por assinatura VH-1 e exibido ontem nos Estados Unidos. O programa, que contém entrevistas recentes com os envolvidos, marca o primeiro encontro de Manzareck, Densmore e Krueger nos palcos desde que eles entraram para o Rock ´n Roll Hall of Fame, em 1991. O especial deve ser lançado em vídeo e DVD nos próximos meses.Um outro disco também relembra o trabalho do Doors, mas sem a presença de nenhum dos membros originais. Riders on the Storm: The Doors Concerto tem arranjos de Jaz Coleman (responsável pelas orquestrações de vários discos do Pink Floyd e do Led Zeppelin), executados pela Orquestra Sinfônica de Praga, com participação do violinista Nigel Kennedy. Estão incluídos hits como Light My Fire, The End e People Are Strange (o lançamento tem seu próprio site, no endereço http://www.doorsconcerto.com).Por fim, Oliver Stone pega carona no revival para lançar em DVD seu filme de 1991, em que Val Kilmer fez o papel de Morrison. A nova versão contém mais cenas de números musicais e de uso de drogas, que o cineasta teria sido obrigado a deixar de fora por exigências contratuais. O disco vai estar disponível em dezembro, um mês depois da exibição do filme no VH-1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.