Ed Alcock|The New York Times
Ed Alcock|The New York Times

Teorias de Thomas Piketty vão ganhar documentário

Anúncio foi feito durante o Festival de Cinema de Cannes; foram vendidos mais de 3 milhões de exemplares de 'O Capital do Século XXI', do economista francês

Redação, EFE

12 de maio de 2016 | 10h56

Um documentário contará as teorias antidesigualdade defendidas em O Capital do Século XXI, do economista francês Thomas Piketty, que se tornou um fenômeno mundial por este ensaio sobre concentração da riqueza e o aumento da desigualdade que vendeu mais de 3 milhões de exemplares. 

O documentário, uma coprodução da França e Nova Zelândia, será dirigido por Justin Pemberton (The Golden Hour) e as gravações começam no meio do ano, informou a produtora neozelandesa GFC.

Segundo a produtora, que conversa com distribuidores internacionais no Festival de Cannes, este documentário para ser para a economia o que Uma Verdade Inconveniente foi para a mudança climática: um  ponto de inflexão que não poderemos ignorar.

Piketty abordou em seu livro como o capitalismo afeta o mundo atual, analisou as forças que o governam e refletiu sobre o mundo que as novas gerações herdarão.

O documentário contará com um narrador único, mas haverá depoimentos que explicam as teorias de Piketty alternados com entrevistas, imagens de filmes, programas de televisão, desenho animado e outras referências culturais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.