Telecine Emotion exibe "A Lista de Schindler", de Spielberg

Paulo Francis definia Steven Spielberg como um "entertainer", rótulo que também aplicava ao lendário Frank Capra. E Francis não era preconceituoso, pelo menos em relação a Spielberg. Levou muito a sério um filme como "A Lista de Schindler", que passa no Telecine Emotion, às 22 horas.A maioria da crítica acusava Spielberg de haver transformado o Holocausto num parque temático, mas Francis percebeu que havia ali muito mais complexidade do que sonhava a vã filosofia dos resenhadores. A banalidade do mal a que se referia Hannah Harendt é encarada na relação do público com o sedutor (e brutal) comandante do campo nazista, interpretado por Ralph Fiennes. E o recurso à cor na personagem da menina, no filme em preto-e-branco, possui um significado simbólico muito forte.O Schindler do título é o empresário polonês que conseguiu salvar a vida de milhares de judeus, durante a 2.ª Guerra. Liam Neeson é quem faz o papel e o elenco também tem Ben Kingsley. Prepare-se para uma emoção rara. Ninguém colocou a câmera dentro da câmera de gás, como Spielberg. Seu filme é poderoso como sua trilogia ("O Terminal", "Guerra dos Mundos" e "Munique"), que expõe os EUA de George Bush sem fazer uma só referência ao 11 de Setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.