Telecine Cult exibe o atraente <i>Arsène Lupin</i>

Quem nunca leu os romances policiais de Maurice Leblanc perde a chance de conhecer um personagem extraordinário - Arsène Lupin. Só para ter uma idéia - Jean-Paul Sartre o adorava e definia Arsène como o Cyrano de Bergerac do crime. Como ladrão gentil-homem que rouba no quadro da belle époque, ele inverte o esquema clássico do gênero, no qual o protagonista é sempre o detetive e não o bandido.Arsène Lupin, com o subtítulo de O Ladrão mais Charmoso do Mundo, é o atraente programa do Telecine Cult, às 22 h. O filme de Jean-Paul Salomè é interpretado no papel-título por Romain Durys e do elenco participam Robin Renucci e Eva Green, que a partir de sexta também poderá ser vista, nos cinemas, no novo James Bond, Cassino Royale.Arsène já foi chamado de anti-Poirot. Na trama, ele vira ladrão, após a morte do pai, tendo sua carreira no crime supervisionada pela condessa Cagliostro. Mas o roubo de uma jóia especial o levará a descobrir a verdade sobre a morte do pai. No cinema, Arsène viveu poucas vezes, mas em bons filmes. O melhor foi As Aventuras de Arsène Lupin, de Jacques Becker, de 1956. Louis Malle devia ter o herói em vista ao fazer o seu maravilhoso O Ladrão Aventureiro, com Jean-Paul Belmondo, em 1966.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.