Telecine Cult exibe <i>Carne Trêmula</i>, de Almodóvar

Se Volver, atualmente em cartaz no Brasil, é o definitivo filme sobre as mulheres de Pedro Almodóvar, Carne Trêmula (22 horas no Telecine Cult) é, sem dúvida, o ´tudo sobre os homens´ do cineasta espanhol. Este talvez seja um dos filmes mais masculinos do diretor que, em 1997, quando o lançou, chegou ironicamente a defini-lo como ´ginecológico´. Não é. Carne Trêmula aborda muitos temas, como abandono, violência, vingança, ciúme, amor, sexo e até mesmo política. Fala de tudo isso sem parecer panfletário ao retratar as intricadas relações entre um jovem delinqüente, dois policiais que são ´melhores amigos´ e duas mulheres que vão marcar suas vidas para sempre. O enredo poderia ser de um novelão mexicano, mas nas mãos de Almodóvar é um cult. O filme começa e termina com dois nascimentos. O primeiro rebento chega ao mundo na véspera do Natal de 1970. Em uma Espanha com medo, numa cidade deserta, de pessoas medrosas e desconfiadas, uma moça dá à luz num ônibus, auxiliada apenas pela mãe e por um motorista. Filmando sempre com as cores borradas e humor extravagante, Almodóvar faz sua radiografia da Espanha franquista, país que, ao fim, quando nasce o segundo bebê, décadas depois, deixou há muito tempo de ter medo.

Agencia Estado,

23 Novembro 2006 | 11h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.