Efe
Efe

'También La Lluvia' abre premiação dos Goya na Espanha

Outro Goya foi para Jorge Drexler pela canção composta para 'Lope', que revê a vida do escritor espanhol Lope de Vega do Século de Ouro

Associated Press

13 de fevereiro de 2011 | 20h28

O filme También La Lluvia começou o domingo, 13, dominando a premiação do Goya, do cinema espanhol, somando a estatueta de melhor ator coadjuvante para Karra Elajalde, enquanto o uruguaio Jorge Drexler levou o prêmio pela melhor canção original por Que el Soneto nos Tome por Sorpresa.  Javier Bardem recebeu o Goya de melhor ator por Biutiful, informou o El País.

 

A cerimônia dos prêmios Goya ocorreu no emblemático Teatro Real de Madrid para celebrar o 25º aniversário, mas começou com polêmica. Dezenas de pessoas se reuniram na porta do teatro para reclamar da maioria dos cineastas e assistentes da cerimônia.

 

Os manifestantes convocados por grupos da web, protestavam contra uma polêmica lei que prevê o fechamento de páginas da internet se disponibilizam downloads ilegais, e que o Senado aprovou recentemente.

 

Além dos protestos, uma acirrada chuva tirou o brilho do desfile das estrelas pelo tapete vermelho, enfeitado com estampa de bodas de prata do prêmio com uma enorme estátua de oito metros reproduzindo a estatueta de Goya.

 

Entre os convidados estava o ator Javier Bardem, sem a mulher Penélope Cruz e sem fazer declarações sobre sua recente paternidade. Bardem está indicado na categoria melhor ator pelo papel em Biutiful.

 

O primeiro prêmio Goya foi para También La Lluvia, de Icíar Bollaín, que acumula 13 candidaturas. Elejalde ganhou na categoria de melhor ator coadjuvante por seu papel como Cristovam Colombo.

Além disso, Drexler levou o Goya pela canção composta para o filme Lope, que revê a vida do escritor espanhol Lope de Vega do Século de Ouro.

 

Fez o mesmo quando ganhou o Oscar pela música para Diários de Motocicleta, o cantor uruguaio subiu ao palco e agradeceu o prêmio cantando.

 

Junto a También La Lluvia, os grandes favoritos são Balada Triste de Trompeta, com 15 indicações; o catalão Pa Negre, com 14; e Enterrado Vivo, com 10.

 

 

Texto atualizado às 21h15

Tudo o que sabemos sobre:
Goya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.