Fabio Motta/ Estadão
Fabio Motta/ Estadão

'Talvez faça um remake de Orfeu Negro', diz Halle Berry no Rio

Atriz está na cidade para o lançamento de seu novo longa, 'Chamada de Emergência'

Flavia Guerra - O Estado de S.Paulo,

10 de abril de 2013 | 14h27

RIO - Em sua primeira passagem pelo Brasil, para o lançamento do filme "Chamada de Emergência", a atriz Halle Berry não só afirmou que adoraria rodar um longa-metragem no País como também revelou em conversa com o Estado que existe a possibilidade de filmar uma nova versão de "Orfeu Negro", clássico de 1959, dirigido por Marcel Camus, baseado na peça "Orfeu da Conceição" de Vinícius de Moraes. "Recebi o roteiro do filme e estou analisando. Há chances de que eu faça este remate. Vi o filme original e adorei!", contou a atriz de 46 anos, que está grávida de seu segundo filho, fruto do relacionamento com o ator francês Olivier Martinez, de 47 anos.

"O que amo no meu trabalho é poder viajar. Então, seria incrível trabalha aqui. Se você tem um roteiro, me entrega já. Eu só não falo bem português", brincou ela.

Sobre a gravidez, Halle declarou que está muito feliz e que foi a maior surpresa de sua vida. "Não esperava. E só posso estar felicíssima. O único porém é que agora, para as filmagens do novo "X-Men", que começamos a rodar em algumas semanas, minhas cenas de luta e ação, que eu adoro fazer, vão ter de ser reescritas. Eu amo a Tempestade, mas talvez minha participação diminua um pouco, mas garanto que o filme vai ser incrível. E desta vez vai ter muitos X-Men, do passado, do futuro... ", contou a atriz.

Em "Chamada de Emergência", Halle vive Jordan, uma atendente do 911, o serviço de emergência da polícia americana, que tem de ajudar a garota Casay (vivida por Abgail Braslin, de "Pequena Miss Sunshine") a se livrar de um serial killer que a sequestrou e aprisionou no porta-malas de um carro. "Foi um dos papeis e um dos filmes mais tensos que já fiz. O trabalho destas atendentes é duríssimo", declarou a atriz que fica no Rio até sexta pela manhã. "Quero tentar fazer algum passeio, ir à praia, visitar o Cristo Redentor", contou Halle, que amanhã à noite participa da première do filme, com direito a tapete vermelho. "Tudo que a gente precisa para brilhar nestas ocasiões é de um vestido lindo que nós faça sentir confortáveis, sem pensar no que vão dizer no dia seguinte."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.