Sylvio Back é bicampeão em Figueira da Foz

Sylvio Back voltou bicampeão do 29.º Festival Internacional de Cinema de Figueira da Foz, em Portugal. Em 1996, ele recebeu o Prêmio Gláuber Rocha para o melhor filme de três continentes (Ásia, África e América Latina) por Yndio do Brasil. No fim de semana, recebeu de novo o Prêmio Gláuber Rocha pelo documentário Cruz e Sousa, o Poeta do Desterro, sobre o poeta catarinense. Back também recebeu uma menção honrosa da crítica por sua pesquisa de linguagem. Cruz e Sousa concorreu com 14 filmes de todo o mundo, incluindo três brasileiros (Ação entre Amigos, Mauá e Tiradentes). O vencedor do 29.º Festival de Figueira da Voz foi o filme canadense Os Fantasmas das Três Madalenas.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2000 | 21h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.