Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Sylvester Stallone 'contesta categoricamente' alegação de estupro nos anos 1990

O ator de 'Rocky' negou a acusação feita por uma mulher sobre agressão sexual ocorrida há 27 anos e garantiu que foi 'totalmente fabricada'

Reuters

21 Dezembro 2017 | 21h46

LOS ANGELES - O ator Sylvester Stallone negou na quinta-feira, 21, uma acusação de que estuprou uma mulher nos anos 1990 e disse que a alegação foi “totalmente fabricada”.

O site de notícias de celebridades TMZ informou na quarta-feira, 20, citando fontes policiais, que uma mulher recentemente fez a alegação contra Stallone para a polícia de Santa Mônica.

O advogado de Stallone, Martin Singer, disse nesta quinta-feira que a mulher “apresentou uma queixa à polícia alegando um estupro que ocorreu 27 anos atrás”.

“Meu cliente categoricamente contesta a acusação”, afirmou Singer em comunicado enviado por e-mail a veículos de imprensa. Ele disse que Stallone planeja entrar com processo alegando que a acusadora fez uma declaração falsa à polícia.

+++ Sylvester Stallone é acusado de abusar sexualmente de menor de idade, diz jornal

A polícia da cidade costeira de Santa Mônica disse nesta quinta-feira que estava investigando uma alegação feita em novembro contra o astro de Rocky.

“Recebemos uma queixa em novembro em relação à má conduta sexual nos anos 1990”, disse o porta-voz do Departamento de Polícia de Santa Mônica, Saul Rodriguez, à Reuters por telefone. “Estamos investigando e qualquer informação que obtivermos ou descoberta será levada ao promotor do distrito.”

Mais conteúdo sobre:
Sylvester Stallone cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.