Surto de refilmagens assola Hollywood

A mania dos remakes está com força totalem Hollywood atualmente. Dezenas de filmes dos anos 60 e 70,além de produções estrangeiras recentes, têm ganhado novasversões no cinema. Estão em produção atualmente refilmagens detítulos como Fahrenheit 451 (1966), Barbarella (1968),Um Golpe à Italiana (1969), Willard (1971), O Massacreda Serra Elétrica (1974) e Por um Destino Insólito (1975). A idéia, nestes casos, érefazer filmes de que todo mundo já ouvir falar, maspouca gente viu.Um dos destaques é a versão de Drew Barrymore para o clássicocult Barbarella, de Roger Vadim, estrelada por Jane Fonda. Apersonagem principal é uma guerreira sensual do futuro que temde encontrar e destruir o vilão Duran Duran e salvar a Terra. Arefilmagem tem previsão de chegar às telas apenas em 2004.Madonna também deve chamar atenção em Swept Away, o remakedo filme italiano Por um Destino Insólito, de Lina Wertmüller. No filme do marido, Guy Ritchie,a pop star faz o papel que foi de Mariangela Melato, o de umamilionária esnobe que aluga um barco com um grupo de amigos.Seus problemas começam quando ela chama seu marinheiro comunistapara levá-la em um bote a uma praia. O barco fica perdido nomeio do Mediterrâneo, os dois vão parar em uma ilha deserta eacabam em uma paixão tão tórrida quanto complicada. O remake comMadonna tem sido tema de vários boatos de que é um naufrágiocerto. Fahrenheit 451, o clássico de ficção científica de FrançoisTruffaut estrelado por Oskar Werner e Julie Christie, vai ganharem breve um remake do diretor Frank Darabont. A história é sobreum bombeiro, em um futuro opressor, que começa a questionar seutrabalho: destruir livros "subversivos". O conto de RayBradbury vai ser a base do projeto, que deve ter Mel Gibson comoprodutor. O elenco ainda não foi escolhido.Mark Wahlberg, cujo trabalho mais recente foi o remake de OPlaneta dos Macacos, vai atuar em outra refilmagem: a comédiadramática Um Golpe à Italiana. No original, o elenco contavacom Michael Caine, Benny Hill e Noel Coward. O novo filme vaiser dirigido por F. Gary Gray, de A Negociação eSexta-feira em Apuros. As filmagens começam em agosto. Oator vai fazer o papel de Charlie Croker, o líder de um bando deladrões que provoca o maior engarrafamento da história de LosAngeles para roubar barras de ouro.Um dos próximos remakes a chegar às telas também tem Wahlbergcomo protagonista. Vai estrear em 25 de outubro nos EstadosUnidos The Truth About Charlie, uma refilmagem de JonathanDemme para o thriller Charada, de 1963. O filme originalteve em seu elenco Cary Grant e Audrey Hepburn, entre outros. Noremake, Thandie Newton faz o papel de uma mulher, prestes ase divorciar do marido que descobre que ele foi assassinado noapartamento do casal em Paris. Todo o dinheiro deles também foiroubado. Ela encontra então um homem misterioso, papel deWahlberg, que diz que o dinheiro era dele e quer tudo de volta.O mistério aumenta quando outras pessoas são mortas.Sem paciência para legendasOutra tendência é o remake de produções estrangeiras recentes,principalmente da Ásia. Muitos blockbusters em seus países deorigem não chegam ao mercado dos Estados Unidos porque osamericanos não têm paciência para ler legendas nos cinemas ouinteresse em ver filmes com elencos desconhecidos. Brian Cox estrela a refilmagem de Ringu, produção japonesade 1998. O filme de terror, hit na Ásia, é sobre uma fita devídeo maldita, com imagens e sons perturbadores, que mata umasemana depois qualquer um que assisti-la . O remake, que tem otítulo de Ring, estréia nos Estados Unidos em 18 de outubro.Também está no elenco da produção a atriz australiana NaomiWatts, de Cidades dos Sonhos.Dois filmes inspirados em produções da Coréia do Sul estão em fase preparatória em estúdios americanos. A Miramax Films comprou os direitos derefilmar My Wife Is a Gangster, uma espécie de True Liesfeminino, em que o marido não desconfia que sua esposa é umachefona da máfia. A Warner Bros., por sua vez, roda o remake deIl Mare, em que um casal que está apaixonado vive emperíodos de tempo diferentes: dois anos entre um e outro. Outrohit da Coréia do Sul a caminho de Hollywood é Sassy Girl, sobre uma garota com dificuldades de relacionamento que sentenecessidade de beber muito e espancar estranhos. Do Japão, o destaque é Chaos, que vai começar a serrefilmado em breve com Benicio Del Toro no elenco. Kaosu(título original) era um thriller de perseguição sobre umtrambiqueiro que seqüestra a mulher de um milionário. Ele deixaa vítima amarrada no esconderijo e vai cuidar o pedido deresgate. Quando volta, encontra a mulher morta. A produção dofilme é de Robert De Niro, que também deve atuar na fita. Doisoutros filmes japoneses com refilmagem garantida são DarkWater, uma produção de terror, e Turn, que já foi descritocom uma mistura de Os Outros com O Feitiço do Tempo.Os remakes de filmes estrangeiros nem sempre dão certo.Vanilla Sky, uma refilmagem do cult espanhol Abre losOjos, recebeu críticas muito negativas, apesar de ter umelenco formado por Tom Cruise, Cameron Diaz e Penélope Cruz(estrela do original) e a direção do consagrado Cameron Crowe.Christopher Nolan, de Amnésia, deu sorte com Insônia,remake de um filme norueguês de 1997. A produção com Al Pacino,Robin Williams e Hilary Swank fez sucesso de crítica e públicorecentemente nos Estados Unidos. Outro filme norueguês a caminhoda refilmagem é Elling, que concorreu ao Oscar de filmeestrangeiro este ano. Kevin Spacey está envolvido no novoprojeto, ainda em fase inicial de produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.