Super-Homem, um herói abandonado

O projeto de mais um filme do Super-Homem já virou uma supernovela. Com sérios problemas para encontrar um ator disposto a vestir a roupa azul e a capa vermelha do Homem de Aço, o diretor Brett Ratner desistiu de vez de realizar o filme. O estúdio Warner Bros já fez propostas a vários atores, que não aceitaram o papel de Super-Homem.Não seria absurdo imaginar uma fila de estrelas fantasiadas de Super-Homem na porta da Warner, cada um aguardando a hora certa de seu teste. Nesta fila imaginária, estariam nomes como Brendan Fraser, Josh Hartnett, Paul Walker, o novato Matthew Bomer e o diretor de As Panteras Joseph McGinty. Isso se se levar em conta os nomes mais falados, porque a central de boatos sobre o Homem de Aço vem funcionando a todo vapor.Entre os nomes que fãs e sites americanos de cinema cogitaram para o papel principal estão Mark Ruffalo, que atuou em Conte Comigo e Códigos de Honra, Jim Cavaziel, de Além da Linha Vermelha, e Dominic Purcell, de Missão Impossível 2.Os rumores dão conta de que todos estes atores recusaram o papel, mas um caso chamou a atenção da imprensa de variedades dos EUA em julho do ano passado. A Warner, que não costuma comentar as inúmeras fofocas sobre o elenco dos filmes que produz, negou com veemência que Jude Law fosse viver o Super-Homem. E o problema de escolha de atores não se resumiu ao papel principal: o supervilão Lex Luthor também está sem dono. Charlie Sheen e Vin Diesel estariam na mira da Warner, mas nada se confirma.Se os fãs dos primeiros filmes da franquia, lançados no fim doa anos 70, esperavam a nova produção para meados de 2003, como foi anunciado, provavelmente vão ter que esperar mais. O diretor Brett Ratner, que cansou de esperar por um protagonista, já deu no pé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.