Suíça rejeita novo pedido de liberdade para Polanski

O cineasta ofereceu uma 'grande' oferta de fiança, mas não convenceu as autoridades de que não fugiria

AE-AP,

30 de outubro de 2009 | 14h06

O Ministério da Justiça da Suíça informou que rejeitou outra apelação pela liberdade de Roman Polanski. Segundo o governo suíço, há um alto risco de ele fugir do país.

 

Veja também:

link Vítima de Polanski diz que quer ser deixada em paz

link Recursos simultâneos são proibidos para Polanski

Um porta-voz do governo informou que o pedido de libertação havia sido recebido nesta semana. Segundo ele, Polanski ofereceu uma "grande" oferta de fiança, mas não convenceu as autoridades de que não fugiria da Justiça.

O diretor de 76 anos está preso na Suíça desde o mês passado. Ele foi detido quando chegou a Zurique para receber um prêmio de um festival de filmes.

Polanski trava uma batalha judicial com o objetivo de evitar a extradição para os Estados Unidos, onde foi condenado por estuprar uma menina de 13 anos em 1977.

Tudo o que sabemos sobre:
Roman PolanskiSuíçaJustiçaprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.