Suíça prepara casa de Polanski para prisão domiciliar

Cineasta condenado nos EUA deve ir sair do regime fechado na segunda-feira, 30

Associated Press,

28 de novembro de 2009 | 12h40

Especialistas suíços em segurança estão preparando o chalé alpino em que o diretor de cinema Roman Polanski irá cumprir o período de prisão domiciliar que lhe foi concedido pela Justiça da Suíça, enquanto aguarda processo de extradição para os EUA, onde foi condenado por ter mantido relações sexuais com uma garota de 13 anos em 1977.

 

Uma equipe particular de segurança entrou neste sábado, 28, na casa do cineasta, localizada no resort de Gstaad. OS seguranças se recusaram a dizer o que foram fazer ou buscar dentro do chalé, mas a companhia presta diversos serviços, como: instalar câmeras de vigilância, alarmes e portas blindadas.

 

A condição para que Polanski pudesse aguardar o processo de extradição em casa é que ele seja monitorado eletronicamente por um bracelete que o diretor usaria, e que detectaria uma tentativa de fuga do chalé.

Tudo o que sabemos sobre:
PolanskiSuíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.