Stone se diz surpreso com críticas a "Alexandre"

O cineasta Oliver Stone disse hoje que estava surpresa com as críticas hostis que seu épico Alexandre vem recendo e culpou os fundamentalistas moralistas de algumas regiões dos Estados Unidos.Críticos norte-americanos reprovaram o filme, que é estrelado pelo ator irlandês ColinFarrell, e alguns grupos conservadores condenaram a imagem de bissexual passada por Stone em seu filme sobre o conquistador macedônico. "Fiquei surpreso com a controvérsia e a força das críticas sobre um personagem sobre o qual nós não sabemos muita coisa", disse Stone a jornalistas antes da estréia do longa em Londres."Eu trabalho com a minha paixão e às vezes sou inocente, eu não penso nas conseqüências", ele completou. Stone disse que o fracasso comercial do filme nos Estados Unidos poderia ser relacionado a "uma corrente de fundamentalismo na moral nos Estados Unidos"."Desde o primeiro dia o público não apareceu. Eles nem ao menos leram as críticas no sul porque a mídia estava usando as palavras ´alex, o gay´."Stone, diretor de Platoon, JFK e Assassinos por Natureza, disse que o filme "é o épico da minha vida". "Estou muito feliz com o resultado e penso que o trabalho de Colin é extraordinário". Farrell disse que amigos que assistiram ao filme falaram que "Não é exatamente Gladiador", mas, ele disse, "se Oliver quisesse filmar comigo de novo, eu iria em um piscar de olhos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.