Stephen Frears mira os imigrantes ilegais

Coisas Belas e Sujas é um filmesobre imigrantes ilegais. Suas esperanças e temores. Sobretudo,é um estudo sobre a sobrevivência dos seres humanos no selvagemmercado global. Nessa história dirigida por Stephen Frears (OsImorais, Ligações Perigosas), Londres é uma espécie de parquetemático onde você pode encontrar o que quer que seja: gente detodas as nacionalidades, algumas com visto de permanência,outras não, que fazem de tudo e a tudo se sujeitam paraconseguir um lugar ao sol (ou à chuva) no Primeiro Mundo. Tudo gira em torno de um imigrante nigeriano, Okwe(Chiwetel Ejiofor), que deixou seu país por problemas com apolícia. Ele é médico, mas sobrevive como chofer de táxi e fazhoras extras em hotel, à noite. Não dorme. Uma descoberta decaráter fantástico o impulsiona a uma aventura insólita. Frears dispõe de ótimo elenco para desenvolver suasidéias. Ejiofor passa aquela inquietação um tanto entristecidado homem que deixou coisas para trás e não vê grandesperspectivas pela frente. Senay (Audrey Tautou, de "AméliePoulin"), no papel de uma imigrante turca que sonha em fazer deLondres um trampolim para Nova York, aparenta aquela belezaultrajada de alguém de bons sentimentos vivendo em um mundo queos ignora. E Sergi López, excelente ator de Western, faz umvilão para ninguém botar defeito. Mas, há defeitos no filme.Coisas Sujas e Belas(Dirtty Pretty Things) ?Suspense.Dir. Stephen Freas. Ing/2002. Dur. 107 min. 14 anos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.