Hannah McKay/Reuters
Hannah McKay/Reuters

'Star Wars: Os Últimos Jedi' arrecada quase 100 milhões de dólares de bilheteria na América do Norte

Longa chegou às telonas no dia 14 de dezembro

AFP

27 Dezembro 2017 | 12h30

O oitavo episódio da saga Star Wars faturou 99 milhões de dólares no fim de semana prolongado de Natal nas bilheterias dos Estados Unidos e do Canadá. Os estúdios Lucasfilm, da Disney, também informaram na úlitma terça-feira, 26, que o filme registrou US$ 395,6 milhões no mercado doméstico e US$ 96 milhões no exterior, acumulando uma bilheteria global de US$ 791 milhões.

+++ 'Os Últimos Jedi' é o melhor episódio de 'Star Wars' em anos

+++ 'Star Wars: Os Últimos Jedi' arrecada US$ 45 milhões na pré-estreia nos EUA

O recorde de receitas mundiais, no entanto, pertence a Avatar (2009), com 2,7 bilhões de dólares. Star Wars: o Despertar da Força (2015), filme anterior da franquia, arrecadou pouco mais de US$ 2 bilhões.

+++ 'Star Wars: Os Últimos Jedi' terá 2h30 e será o filme mais longo da franquia

Três estreias o seguem nos primeiros lugares da bilheteria. O filme de aventuras Jumanji: Welcome to the Jungle ficou em segundo lugar, com 55,4 milhões de dólares - inclusive na segunda-feira de Natal -, seguida de Pitch Perfect 3, terceiro filme da comédia musical sobre um coro universitário, cujas cantoras se reúnem para uma turnê no exterior (26,5 milhões de dólares).

'Star Wars: Últimos Jedi' tem a segunda melhor estreia da história nos EUA

Em quarto lugar está O Grande Showman, que conta a história do mago P.T. Barnum, interpretado por Hugh Jackman. O filme arrecadou 8,6 milhões de dólares em seus primeiros três dias de exibição.

+++ 'Os Últimos Jedi' faz justiça a princesa Leia, de Carrie Fisher​

Ferdinando, filme de animação sobre as aventuras na Espanha de um touro com grande coração, ficou em quinto lugar, ao arrecadar 7 milhões de dólares neste fim de semana (US$ 26,6 milhões no total).

+++ 'Star Wars: os últimos Jedi' fatura US$ 450 milhões em estreia mundial

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.