Disney via The New York Times
Disney via The New York Times

Star Wars fará evento de realidade expandida no mundo todo para anunciar novo personagem

Tecnologia parecida com a de Pokemon Go servirá para atrair fãs a lojas de brinquedos

Reuters

24 Agosto 2017 | 15h00

LOS ANGELES - A Walt Disney Co enviará personagens do universo Star Wars ao reino da realidade expandida na semana que vem para atrair os fãs às lojas, que receberão novos produtos ligados ao próximo filme da franquia, Os Últimos Jedi, informou a empresa em um comunicado nesta quinta-feira, 24.

A partir das 7h01 (GMT) de 1o de setembro, mais de 20 mil lojas de 30 países exibirão mostruários que os fãs poderão escanear com seus smartphones para descobrir personagens como Rey ou Chewbacca. Usando a tecnologia de realidade expandida (a mesma do jogo Pokemon Go, por exemplo), os usuários verão os personagens sobrepostos a seus cenários olhando pelas câmeras de seus celulares, podendo tirar fotos e gravar vídeos com eles.

No Brasil, segundo o site da franquia, a Ri Happy é a rede credenciada para o evento.

A Disney está explorando a tendência da realidade expandida, que ganhou uma multidão de seguidores em julho de 2016 graças ao lançamento do videogame Pokemon Go, da Niantic Inc.

A caçada por personagens de Star Wars está programada para durar três dias e coincidirá com a "Sexta-Feira da Força II", dia em que os varejistas começam a vender brinquedos e outros produtos relacionados a Os Últimos Jedi abrindo as lojas à meia-noite em vários locais do mundo.

Os revendedores incluem lojas do Wal-Mart, Target Inc, Best Buy e Apple. Os produtos do Os Últimos Jedi também serão vendidos online, e os personagens de realidade expandida estarão acessíveis em alguns sites.

Star Wars, uma das franquias de filmes mais importantes da Disney, foi a marca que mais vendeu brinquedos nos Estados Unidos em 2015 e 2016, com vendas de 1,5 bilhão de dólares ao longo dos dois anos, de acordo com a empresa de pesquisas NPD.

Os Últimos Jedi, o oitavo filme da saga, chega aos cinemas em dezembro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.