Stallone é acusado de entrar na Austrália com hormônios

O ator americano, Sylvester Stallone, foi acusado formalmente nesta terça-feira, 13, de tentar introduzir hormônios de crescimento na Austrália durante sua visita ao país para lançar o filme Rocky Balboa. O ator levava em sua bagagem 48 frascos de "somatropina" quando visitou Sydney, em fevereiro, segundo a acusação apresentada pelo departamento de Alfândegas ao juiz David Heilpern, do Tribunal Local de Downing Centre. O hormônio sintético é proibido no país. Stallone pode ser condenado a uma multa de US$ 17 mil se for declarado culpado. Heilpern concedeu ao advogado de Stallone, Robert Todd, o adiamento do caso. A defesa pediu mais tempo para reunir provas. O ator, de 60 anos, não terá que comparecer pessoalmente ao julgamento, previsto para 24 de abril. Ele será representado por seu advogado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.