Spike Lee e Viacom duelam na Justiça

O diretor Spike Lee quer impedir que a gigante de mídia Viacom (dona da CBS, MTV, Paramount, Blockbuster, entre outras) batize um canal de TV com o nome Spike. A empresa anunciou que vai mudar o nome do canal TNN para Spike TV. Para barrá-la, o cineasta entrou com uma ação na Justiça pedindo um mandado contra a Viacom.Nos documentos apresentados à Justiça, Spike Lee diz que "a descrição da mudança de nome feita pela mídia e os comentários feitos à mim e minha esposa confirmaram o óbvio: Spike TV se refere a Spike Lee". Responde a Viacom: "Spike é uma palavra e um nome popular".Mas o diretor acrescenta que o próprio presidente do TNN, Albie Hecht, teria admitido que o público faria a associação entre ele e o canal. São testemunhas do diretor o ator Edward Norton, protagonista do filme mais recente de Lee, A Última Noite, o ator Ossie Davis e o ex-senador Bill Bradley. As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.