Spike Lee critica falta de originalidade de Hollywood

O diretor de cinema Spike Lee criticou a indústria cinematográfica americana por sua falta de originalidade, dizendo que a situação ?nunca foi pior?. Segundo ele, Hollywood hoje está repleta de ?seqüências e refilmagens de séries de TV? e não dá mostras de criatividade. /AFPSpike Lee: "Não vou citar nenhum filme específico, mas nunca foi pior"?Não vou citar nenhum filme específico, mas nunca foi pior?, disse o diretor de Faça a Coisa Certa em Veneza, onde participa do festival de cinema da cidade.?Não há originalidade e nem sempre foi assim.?Mas Spike Lee disse ter esperança de que ?as coisas vão mudar?. Lee está apresentando em Veneza o filme All the Invisible Children, do qual é um dos oito diretores, ao lado da brasileira Katia Lund. Outros participantes do projeto incluem Ridley Scott (Gladiador), John Woo (A Outra Face) e Emir Kusturica (Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios).O filme foi rodado em sete países e levou quatro anos para ser completado. Ele trata de jovens que vivem em diferentes partes do mundo.O segmento filmado por Lee, Jesus Children of America, trata de uma adolescente nova-iorquina cujos pais são viciados em drogas e descobre que tem é portadora do vírus da Aids.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.