Sorte no Amor é filme perfeito para o Dia dos Namorados

De novo? Houve outro Sorte no Amor, de Ron Shelton, em 1988, com Kevin Costner, Susan Sarandon e Tim Robbins. Era melhor do que a comédia de Donald Petrie que estréia nesta sexta-feira, mas convém não subestimar a química encantadora entre Lindsay Lohan e Chris Pine no novo Sorte no Amor. Com as atenções voltadas para a Copa, você pode até achar que talvez seja perda de tempo assistir a uma comédia tão bobinha. Acontece que segunda-feira, dia 12, é o Dia dos Namorados, e se você quiser ficar bem com seu (sua) namorado(a), eis aí um bom programa para curtir a dois.Lindsay Lohan é Ashley, a garota mais sortuda de Nova York. Duas ou três cenas no começo mostram que o mundo está formatado para que tudo dê certo para ela. Simultaneamente, você fica conhecendo Jake, o personagem de Chris Pine. Ele é o azar personificado, mas calma - a roda da fortuna vai trocar. Um beijo que ambos trocam numa festa faz com que toda a sorte de Ashley seja transferida para Jake, e o conseqüente azar dele para ela. A partir daí, rola uma comédia de erros, cheia de qüiprocós e mal-entendidos. Ao descobrir o que impulsionou sua maré de azar, Ashley tenta reverter o quadro com outro beijo, mas descobre que está apaixonada por Jake e ele é um cara tão generoso e legal. A idéia, você pode apostar, é que o amor não depende de sorte, mas de confiança, reciprocidade - e muita química.Qualquer pessoa que queira analisar Sorte no Amor a sério, como material profundo, deveria ter sua cabeça examinada. Isso posto, e os cinéfilos já estão torcendo o nariz, vale a pena dedicar hora e meia do seu tempo acompanhando a atriz de Sexta-Feira muito Louca e o ator de O Diário da Princesa 2. Para incrementar o interesse, a banda dentro do filme é a McFly, uma banda de verdade que estourou na Inglaterra (e cujo nome homenageia o herói Martin McFly, interpretado por Michael J. Fox na série De Volta para o Futuro). Ah, sim, o diretor Petrie fez Miss Simpatia, com Sandra Bullock. O cinéfilo acaba de desistir de vez de Sorte no Amor, mas as caixas registradoras já começaram a tilintar nos cinemas de shopping. Sorte no Amor (Just My Luck, EUA/2006, 82 min.) - Romance. Direção de Donald Petrie. Censura 12 anos. Em grande circuito. Cotação: Regular

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.