Sony e Marvel brigam por "Homem-Aranha"

O estúdio Sony Pictures começa em breve uma guerrapública com a editora Marvel Comics por causa dos produtos licenciados de Homem-Aranha. A disputa por US$ 50 milhões não vai ser privada, como queriam os executivos do estúdio. O juiz Alexander Williams, da Corte Superior de LosAngeles, resolveu que a decisão vai ser de um júri e toda a papelada do caso vai poder ser divulgada pela imprensa.A editora alega que o estúdio violou um acordo para a venda de produtos relacionados com a franquia do diretor Sam Raimi. A Marvel quer US$ 50 milhões de indenização, mais o fim do contrato - o que tiraria da Sony uma de suas maiores fontes de renda em relação à série. The Amazing Spider-Man, o segundo filme dafranquia, começou a ser rodado este mês e deve chegar às telas em meados do ano que vem. Homem-Aranha foi o maior hit deHollywood no ano passado e faturou US$ 800 milhões em todo o mundo.

Agencia Estado,

22 de abril de 2003 | 16h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.