Sony desiste de promover "Gigli"

Fracasso de critica e público, o filme que uniu Jennifer Lopez e Ben Affleck leva agora um golpe de morte: o próprio estúdio desistiu de investir no filme. A Sony Pictures está retirando os anúncios de televisão de Gigli e colocando no lugar propagandas de Bad Boys 2, que vem fazendo carreira bem melhor. A fatídica estréia de Gigli foi no último fim de semana. A arrecadação foi ínfima, de US$ 3,8 milhões, muito pouco retorno para um filme que custou à Sony US$ 54 milhões para produzir e mais US$ 22 milhões para a propaganda. Sem anúncios na TV, é praticamente uma certeza que a bilheteria de Gigli vai afundar ainda mais.O primeiro sinal claro disso é que os cinemas nos Estados Unidos estão obrigados a exibir o filme por mais duas semanas, mas ele já está relegado às menores salas dos multiplexes. A única esperança da Sony com Gigli é com a venda do filme para canais abertos e pagos de TV, além do lançamento em vídeo e DVD. Dificilmente, no entanto, o filme vai vingar em outros meios depois de naufragar nos cinemas. Gigli recebeu críticas ferozes, que o classificaram como pior filme do século 21, entre outros adjetivos não lisonjeiros. As informações são do site Imdb.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.