Sobrinho de Walt Disney deixa a direção da empresa

Roy E. Disney, vice-presidente da Walt Disney Co, se desligou hoje da empresa fundada por seu tio Walt e seu pai Roy nos anos 20. Aos 73 anos, ele é o último membro da família a ocupar um cargo na gigante de mídia. Ao comunicar seu afastamento, Roy aproveitou para mandar um recado ao diretor-executivo da Disney, Michael Eisner, dizendo que ele é quem deveria deixar seu cargo. Roy já havia antes sugerido que Eisner deixasse a Disney, mas o conselho da empresa não o apoiou.Roy e Eisner têm profundas divergências administrativas, sendo que o sobrinho de Walt culpa o diretor-executivo pelos tropeços da empresa nos últimos anos. Com sua saída, ele se antecipa a uma decisão que poderia ser tomada em breve pelo conselho: a de forçá-lo a deixar ser cargo por exceder a idade-limite de 72 anos. Sua decisão, antecipada pelo The Wall Street Journal e confirmada hoje, expõe a crise por que passa a Disney. Entre 2000 e 2002, as ações da empresas caíram de US$ 40 para US$ 14, recuperando-se para cerca de US$ 23 este ano.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2003 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.