Shyamalan volta ao topo da bilheteria americana

O thriller Signs, de M. Night Shyamalan, voltou aotopo da bilheteria americana em um dos piores fins de semanapara Hollywood em muito tempo. A produção estrelada por MelGibson arrecadou US$ 14,4 milhões de sexta-feira a domingo, oque elevou seu faturamento em 24 dias para US$ 173,2 milhões.Signs estreou no topo da bilheteria quatro semanas atrás,mas cedeu a posição na semana seguinte para Triplo X, quefaturou US$ 13,7 milhões este fim de semana (US$ 106,7 milhõesem 17 dias). As duas produções devem ser os últimos grandeslançamentos deste verão americano.Três estréias nos cinemas dos Estados Unidos este fimde semana foram fracassos de bilheteria. A comédia românticaServing Sara, estrelada por Matthew Perry (o Chandler Bingde Friends) e Liz Hurley, ficou em sexto lugar emfaturamento de sexta-feira a domingo, com apenas US$ 6,1milhões. A sátira de Hollywood Simone, com AlPacino, também não deu certo. A fita, apesar de uma extensacampanha promocional, arrecadou apenas US$ 4,1 milhões em trêsdias e ficou em nono lugar na lista dos filmes mais populareseste fim de semana na América. O drama de boxe Undisputed,com Wesley Snipes e Ving Rhames, fez US$ 4,7 milhões em suaestréia e ficou em oitavo lugar na bilheteria.Ainda assim, o maior fracasso do cinema nos últimos tempos continua a ser The Adventures of Pluto Nash, com Eddie Murphy. O filme, quecustou US$ 100 milhões para ser produzido, arrecadou US$ 630 milem seu segundo fim de semana nas telas: 71% a menos do que emsua estréia, que já tinha rendido a ninharia de US$ 2,2 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.