"Shrek 2" faz história nas bilheterias

"Shrek 2" saiu de mãos abanando do Festival de Cannes, mas já tem muito a comemorar nas bilheterias. O ogro da Dreamworks arrecadou US$ 104 milhões nos cinemas americanos em seu primeiro fim de semana nos Estados Unidos, mais que o dobro que o filme original, que fez US$ 42,3 milhões em 2001. É a melhor estréia para uma animação, superando com folga os US$ 70,2 milhões de Procurando Nemo, e a segunda melhor em toda a história, atrás apenas de Homem-Aranha (US$ 114,8 milhões), de 2002.Shrek 2 entrou em cartaz na quarta-feira nos Estados Unidos, e em seus cinco primeiro dias já fez US$ 125,3 milhões. É mais um recorde, à frente de O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei, que cravou no ano passado US$ 124,1 milhões. Para tanto, contou com outro recorde, o de número de salas em cartaz: 4.163. Na seqüência do hit de 2001, Shrek (voz de Mike Myers) e o burro Donkey (Eddie Murphy) visitam os parentes de Fiona (Cameron Diaz) no reino de Far, Far Away (muito, muito distante). No Brasil, a animação só deve estrear em junho.Com tamanho sucesso de bilheteria, Shrek 2 mostra fôlego para enfrentar os próximos blockbusters do verão americano, como O Dia Depois de Amanhã, de Roland Emmerich, que estréia esta semana. O segundo lugar do ranking de fim de semana ficou com Tróia, que arrecadou mais US$ 23,8 milhões. Com isso, a superprodução estrelada por Brad Pitt eleva seu total para US$ 85,8 milhões, ainda distante do estimado orçamento de US$ 200 milhões. O terceiro lugar é de Van Helsing - O Caçador de Monstros, com mais US$ 10,1 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.