Shia LaBeouf é preso depois de confusão na Broadway

Ator gritou palavras obscenas e interrompeu espetáculo em Manhattan

AP

27 Junho 2014 | 12h02

O ator Shia LaBeouf respondeu a acusações de conduta imprópria nesta sexta-feira depois de ter sido preso na quinta-feira por gritar obscenidades durante o espetáculo Cabaret, na Broadway, em Nova York.

O ator usou “linguagem obscena” e interferiu no show no teatro Studio 54, em Manhattan, de acordo com informações da polícia. O ator de 28 anos, que estrelou os três primeiros filmes da série Transformers, foi preso, e permanecia assim até a manhã desta sexta-feira. Tentativas de contatos com seu advogado, agente, assessor de imprensa e empresário não foram respondidos às agências internacionais.

Entre outras produções, o ator também participou de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, Ninfomaníaca e Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme. Ano passado, LaBeouf saiu da produção daquela que seria sua estreia na Broadway, Orphans, alegando “diferenças criativas” com o resto da equipe.

As confusões não são raras na carreira de LaBeouf. Em fevereiro, o ator participou de uma jornada artística em uma galeria de Los Angeles usando uma sacola em volta da cabeça com as palavras “Eu já não sou famoso” escritas em tinta preta. A façanha aconteceu dias depois de ele ter usado a mesma fantasia no tapete vermelho do Festival de Cinema de Berlim. No mesmo festival, ele ainda saiu de uma entrevista coletiva respondendo um repórter com a seguinte frase: “Quando as gaivotas seguem o barco de pesca, é porque elas pensam que as sardinhas serão atiradas ao mar. Muito obrigado”.

Mais conteúdo sobre:
Cinema Broadway Shia LaBeouf

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.