Sharon Stone tem as pernas mais sensuais do cinema

Não são só os queixos dos investigadores interpretados por Michael Douglas e Wayne Knight que despencam até o chão diante da cruzada de pernas de Sharon Stone em Instinto Selvagem (1992, de Paul Verhoeven). Segundo uma pesquisa encomendada pela empresa britânica Veet, fabricante de produtos depilatórios, a devastadora seqüência foi considerada a mais sexy da história do cinema. Para chegar a esse resultado, 600 homens e mulheres votaram. Detalhe: a eleição só contempla cenas com pernas. Apesar da unanimidade ser um álibi de Sharon Stone naquela cena, a votação não foi muito generosa com outra loira - bem mais lendária, aliás, na história do cinema. O inesquecível vôo da saia do vestido de Marilyn Monroe em O Pecado Mora ao Lado ficou com um inexpressivo oitavo lugar (1955) - atrás, por exemplo, de Halley Berry, que aparece na sexta posição por uma das cenas do fracassado Mulher-Gato (de 2004). O argumento de que os eleitores levaram mais em conta as cenas de sua memória cinematográfica recente não cabe pois, em segundo lugar, aparece a atriz Ursula Andrews por sua participação em 007 Contra o Satânico Dr. No (de 1962), o primeiro filme do espião James Bond. A cena lembrada é a que a atriz exibe as exuberantes pernas ao sair do mar, de biquíni. Curiosamente, duas das seqüências entre as dez mais quentes foram gravadas com dublês. Julia Roberts, a sétima colocada por Uma Linda Mulher (1990), não é dona das pernas que aparecem de botas na cena escolhida. E Brad Pitt, o único homem do ranking, também não foi quem gravou a cena escolhida de Tróia (2004), quarta colocada. Outra loira mencionada é Cameron Diaz, que ficou com a terceira melhor posição pela tomada em que desfila em uma agência bancária de salto alto e uma saia que deixa uma de suas pernas à mostra em O Máscara (1994).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.