Sharon Stone processa médico e nega plástica

A atriz Sharon Stone está processando o cirurgião plástico Renato Calabria, de Los Angeles, que teria confirmado a realização de uma operação em seu rosto. O processo por calúnia foi submetido à Suprema Corte da cidade americana, mas ainda não se sabe qual a indenização exigida por Stone.A estrela de filmes como Instinto Selvagem e Invasão de Privacidade alega que as supostas afirmações do médico prejudicaram a sua reputação.O texto do processo diz que a atriz, de 46 anos, "se orgulha não somente de seus talentos profissionais como de sua aparência física natural" e que "enquanto respeita a decisão de outras pessoas de se submeterem a cirurgias de lifting facial, Sharon Stone nunca passou por uma".O advogado de Calabria, Arthur Beans, negou que seu cliente tenha feito a afirmação sobre a suposta cirurgia. "Dr. Calabria nunca disse a ninguém que teria realizado a cirurgia em Sharon Stone", afirmou Beans."Tudo o que ele fez foi discutir uma nova técnica aplicada por ele, a da cirurgia vertical, e a imprensa começou a especular que a atriz teria se submetido ao procedimento."O processo cita reportagens de duas revistas americanas, a US Weekly e a In Touch, que levantam a dúvida sobre a plástica e sugerem que Calabria a teria realizado.Sharon Stone também acusa Calabria de ter colocado as reportagens em sua página na internet com o propósito de "se vangloriar" da suposta relação profissional que a atriz teria com ele.O advogado do médico se defendeu, dizendo que Calabria "tem o direito de selecionar e divulgar artigos que fazem referência a ele e a seu trabalho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.