Sesc inaugura drive-in dedicado ao cinema nacional

Para abrir espaço para o cinema nacional e fugir docircuito comercial das produções cinematográficos norte-americanas,além de incluir uma nova área para exibições, o Sesc Araraquarainaugura hoje, às 19h30, o projeto Drive-in Tupiniquim. Naestréia, no estacionamento da unidade, com capacidade para 130 carros e150 cadeiras, será exibido o documentário A Vida em Cana, de JorgeWolney Atalla, que registrou a vida de bóias-frias nos canaviaispaulistas. O diretor vai conversar com o público antes da exibição dofilme."É um passo novo e estamos otimistas, pois, apesar dasdificuldades, é preciso começar a popularizar o cinema brasileiro", dizo programador cultural de cinema e literatura do Sesc Araraquara,Francisco Galvão de França. Segundo ele, a inclusão da expresssãoTupiniquim é para dar o caráter brasileiro ao projeto, já que a inglesadrive-in já está fixada no País e não tinha como deixar de serutilizada.Além da exibição do documentário hoje, amanhã equinta-feira, o projeto apresentará a mostra 30 Clássicos do Curtada Década de 90, também às 19h30 e de cineastas nacionais. Algunsdeles são: Socorro Nobre, de Walter Salles; Arabesco, de Eliana Caffé; Canal 100 - Nunc et Semper, de José Roberto Torero; e Deus Ex. Machina, de Carlos Gerbase.A idéia inicial é exibir um filme por mês. Para o dia 21 dejunho, por exemplo, já está definida a apresentação de Boleiros, deUgo Giorgetti, que discute o tema futebol. "É propício, pois será o mêsda Copa", diz França. Aliás, se o Brasil estiver bem na competição, ofilme será exibido algumas horas antes do jogo da seleção de LuizFelipe Scolari na fase quartas-de-final. Antes de Boleiros, Françanegocia a possibilidade de exibir Uma História de Futebol, o curta dePaulo Machline, que concorreu ao Oscar no ano passado e que fala sobrea infância de Pelé.Araraquara tem, atualmente, apenas três salas decinema no Shopping Jaraguá. No Espaço Cultural Paratodos, a sala aindanão foi reaberta. Por isso, o novo espaço, no Sesc, deverá agradar aoscinéfilos. O último filme brasileiro exibido no município foiAvassaladoras, de Mara Mourão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.